100%

História do Município

Giruá, ao longo de sua história, teve três nomes diferentes, desde sua colonização. Ao chegarem neste território, os colonizadores encontraram campos verdes e altos, animais da fauna silvestre do Rio Grande do Sul, cachoeiras e rios, com passos cheios de grandiosas pedras. Em função disto, assumiu primeiramente o nome de Passo da Pedra. Nesta terra havia árvores de frutos dourados em cachos grandes, na  forma de palmeiras, com número elevado de exemplares, para os índios que aqui habitavam, o nome Jerivá designava terra dos butiás, das palmeiras de frutos saborosos, ficando por anos conhecido assim como: Jerivá, da onde teve origem o atual nome de Giruá.
Reconhecidamente Giruá teve apenas dois nomes, Passo da Pedra e o atual nome, Giruá. A colonização de nosso município teve inicio em meados de 1800. Nosso território pertenceu ao polígno das Reduções Jesuíticas do Rio Grande do Sul, criadas a partir de 1626.
Em 1809, com a criação do município de Rio Pardo, mais da metade do Estado, dela passou a  fazer parte o território onde se situa Giruá, tendo pertencido sucessivamente aos municípios  de Rio Pardo, Cachoeira do Sul e Cruz Alta, nas respectivas datas de 1809, 1819 e1834. Com a emancipação política e administrativa de Santo Ângelo em 22 de março de 1873, a região, praticamente desocupada, passa a fazer parte do novo município com a denominação de Passo da Pedra, pertencendo ao sexto distrito de Santo Ângelo, com sede em 14 de julho, hoje município de Santa Rosa.
            A Lei nº 29, de 26 de junho de 1928, substitui a denominação de Passo da Pedra por Giruá. Tal denominação deu-se em razão dos imigrantes da terra encontrarem dificuldades em pronunciar o nome  dos frutos do butiazeiro, que douravam os campos, chamados “Jerivá”. Em 1928, a estrada de ferro inaugurada em Giruá foi o grande marco para o desenvolvimento  do município em todos os setores, na época de economia primária e secundária. A emancipação de Santa Rosa, em 1º de julho de 1931, veio alterar a divisão territorial do município de Santo Ângelo, assim Giruá passava a constituir o 5º Distrito de Santo Ângelo, em 21 de setembro de 1931.
Com o progresso de Giruá, crescia também o desejo de emancipação. Para tal em 1953, nos fundos da casa de Aládio Ferreira realizou-se a primeira reunião  da Comissão, liderada pelo próprio. Participaram dessa primeira reunião aproximadamente  trinta pessoas. Tendo-se emancipado política-administrativamente através da lei 2.601 de 28 de janeiro de 1955, o município de Giruá teve sua primeira Câmara Municipal instalada no dia 31 de dezembro de 1955, que deu posse aos seus primeiros vereadores ao primeiro Prefeito e Vice- Prefeito pelo então Juiz de Direito  do Fórum de Santo Ângelo, Dr. Paulo Brasil Musa. A solenidade aconteceu no cinema da cidade, às 14h30min do dia 31 de dezembro de 1955.
 
Fonte: Livro  - Giruá – História, Trabalho e Desenvolvimento.
50 Anos de Emancipação Política-Administrativa.

História do Município